Dicas & curiosidades

Produtos

> Pêssego

Origem
O nome é uma referência ao largo cultivo da espécie no Irã (antiga Pérsia) durante a Antiguidade, de onde foi transplantada para a Europa. A espécie foi trazida para as Américas por exploradores espanhóis no século XVI, e eventualmente chegou à Inglaterra e à França no século XVII, quando era considerada uma fruta cara e apreciada. O horticultor George Minifie supostamente teria levado pessegueiros da Inglaterra para as colônias norte-americanas no início do século XVII.

As variedades mais comuns de pêssego começam a frutificar no terceiro ano após o plantio, e tem uma longevidade aproximada de 12 anos. Variedades com exigência de 250 horas (10 dias) de frio, ou menos tem sido desenvolvida, possibilitando a produção da espécie em climas mais quentes. Durante o inverno, reações químicas essenciais ocorrem antes de a planta começar a crescer novamente.

Valores nutricionais
Um pêssego médio pesa 75g, e de maneira geral contém 30 Cal, 7 g de carboidratos (6 g de açúcares e 1 g de fibras), 1 g de proteínas, 140 mg de potássio, e 8% das necessidades diárias de vitamina C. As nectarinas fornecem o dobro de vitamina A, e ligeiramente mais vitamina C que os pêssegos, além de serem uma fonte mais rica em potássio.